quarta-feira, 9 de abril de 2008

O que vem por aí


Enquanto começa a contagem regressiva para o relançamento de Cabelos de Sansão, este Blog antecipa aqui cenas dos próximos capítulos.

Falaremos dos shows do Papa Poluição. Depoimentos a respeito das tantas histórias que vivemos nos palcos e bastidores serão bem-vindos. Novas fotos dos acervos pessoais serão reveladas.

Esta que você vê acima, por exemplo, mostra uma apresentação do grupo no teatro - na época recém-inaugurado - do Sesc Anchieta, em São Paulo. (No click, este que vos tecla, Bill e Penna.) x

As performances do Papa eram movimentadas e divertidas. Melhoravam conforme as adversidades que tínhamos que superar. Uma de nossas mais vibrantes apresentações aconteceu em um pequeno teatro de São Paulo, depois que descobrimos que o público daquela noite se resumia a sete pessoas. Aquilo mexeu com nossos brios. Um de nós bateu no espelho do camarim, que se espatifou. Como uma equipe que entra em campo para uma partida difícil, decidimos que aquele seria um grande show. Entramos em cena com todo gás, como se estivéssemos tocando e cantando para uma multidão. Para aquelas sete pessoas deve ter valido o preço do ingresso. Para o grupo, valeu ter dado o melhor de nós quando teria sido compreensível - e usual em casos semelhantes - simplesmente suspender o espetáculo.

Há também a nossa excursão pelo Nordeste, que é um capítulo à parte. E haverá os depoimentos que a assessoria da Saravá Discos já coletou, de pessoas como Tom Zé, Tetê Espíndola, José Luiz Penna, Vânia Bastos, Augusto de Campos e Décio Pignatari, escritos exclusivamente para o relançamento de Cabelos de Sansão. Todos têm a ver/ouvir com o disco mesmo que indiretamente, como Tom Zé e Décio.

Mas neste Blog o imprevisível também será bem recebido.
Como cantava Johnny Alf em Eu e a brisa: "Que o inesperado faça uma surpresa".

Assim seja.


Tiago Araripe

4 comentários:

Carlos Rafael disse...

Tiago,

Se não for de encontro com a proposta do blog, brinde-nos também com suas letras/poemas/poesias.

Cabelos de Sansão disse...

sempre que possível, meu caro. aguarde.

Dalvinha disse...

Opa! pode contar comigo pra o que der e vier.Do Papa sei demais.Não é mesmo? então, é só pedir que eu falo.Beijos
Dalvinha costa

Dalvinha disse...

Tiago, como não lembrar de cada começo de temporada, íamos n´s com a kombi Sofia Bundetti no estúdio ou casa do paulo Val, Val e Val.Em busca de caixas de som.Todo show, era incrível, teve um ano que choveu, eu estava junto tomei chuva peguei uma peneumonia e fiquei a temporada do show de molho.Foi chato, mas eu lembro bem da minha tristeza em ficar em casa cada vez que vcs iam tocar.Era muito chato.Lembra?
Beijos
Dalvinha costa