terça-feira, 18 de março de 2008

Cabelos muito compridos de Sansão, por Cid Campos - 2

Em 1980 formei, juntamente com Xico Carlos (bateria), Felipe Ávila (guitarra), Luiz Brasil (guitarra, bandolim) e um pouco mais adiante com a participação dos percussionistas Cabral e Guelo, o grupo instrumental Sexo dos Anjos. Era uma banda e tanto, que trazia um repertório autoral de música instrumental brasileira mesclada ao jazz, blues e outras modalidades. Nunca gravamos um disco. A situação na época era muito difícil para a música instrumental, não havendo muita chance junto às gravadoras e assim, infelizmente, não tivemos a sorte de uma boa oportunidade, mas por outro lado fizemos inúmeros shows, que nos davam enorme prazer e respeitabilidade como músicos instrumentistas.

Até hoje Felipe Ávila, que segue sua carreira como instrumentista e compositor, tem participado de meus shows. Além disso fiz questão de tê-lo como guitarrista e violonista na gravação dos meus CDs No Lago do Olho (2001) e Fala da Palavra (2004). Em dezembro de 2007, tive a oportunidade de reunir Felipe e Luiz numa apresentação que fiz no Rio de Janeiro. Foi muito legal! Quase dava para sentir o Sexo dos Anjos no palco!

Em 1981, juntamos em um mesmo show o Sexo dos Anjos e Tiago Araripe. O espetáculo chamava-se Fôlego de 7 Gatos e foi apresentado no teatro Lira Paulistana. A maior parte das músicas que Tiago apresentava viriam a fazer parte de seu primeiro e único LP, que estava por vir. Não lembro bem, mas talvez tenhamos montado o show já pensando em alguma possibilidade de gravação.

Creio que ainda em 1981 ou início de 1982, Tiago veio com a notícia de ter conseguido uma oportunidade para gravar um LP pelo selo Lira Paulistana. Assim, convidou, entre outras participações, o Sexo dos Anjos para fazer alguns dos arranjos e gravar como banda de base. O repertório era composto de músicas suas e parcerias.

Apesar de termos recuperado, há alguns anos, gravações de shows e de estúdio do Sexo dos Anjos, o LP Cabelos de Sansão registra um pouco da sonoridade de nossa banda que, mesmo contando com participações de outros músicos ou não estando completa em todas as faixas, deixou forte marca de sua personalidade sonora no trabalho.

Ainda no disco Cabelos de Sansão (1982), tive a minha primeira música gravada. Trata-se da canção Estrela-do-mar, parceria com Tiago. Também destaco a música Asa Linda, tradução de Augusto de Campos para Little Wing, de Jimi Hendrix, interpretada lindamente por Tiago, e para a qual eu e Paulo Costa fizemos o arranjo, ainda contando com a participação - no baixo - do baterista multinstrumentista Xico Carlos.

Gostei muito de escrever algo sobre essa época tão importante para todos nós e fico feliz pelo fato de que Cabelos de Sansão está, mesmo que tardiamente, se transformando em CD.

Espero sinceramente que Tiago siga em frente com a sua belíssima voz, suas composições geniais e que, depois desse lançamento, não demore a trazer aos nossos ouvidos novas canções e CDs.


Cid Campos

Na imagem, capa de peça de divulgação do show Fôlego de 7 Gatos. Na foto, da esquerda para a direita, Xico Carlos, Cid Campos, Felipe Ávila, Luiz Brasil e Tiago Araripe.

2 comentários:

Luiz Brasil disse...

Cabelos de Sansão
Está aí uma parte muito importante da minha história,
e de muitos amigos nos idos anos 80.
Como os outros, estou aqui na torcida de ver esse trabalho virar CD, mesmo no tempo em que CD não dá camisa a mais ninguém. No entanto não tem quem possa viver sem ele.
Foi um prazer muito grande, receber o link do blog do Tiago, enviado por Cid Campos a mim, e uma emoção especial em ler os comentaários sobre parte do que se passou alí.
Luiz Brasil

Cabelos de Sansão disse...

ei luiz.
bom ter você neste espaço.
hoje recebi e-mail também do felipe ávila. faço a vc o mesmo convite que fiz a ele: escreva também sobre aquele momento - cabelos de sansão, sexo dos anjos... e seu trabalho mais recente. mande foto da época e foto atual (vale tb capa de cd, vídeo no youtube...) terei prazer de publicar. grande abraço. tiago.