terça-feira, 22 de janeiro de 2008

A volta de Cabelos de Sansão

Paulicéia, anos 80. Um teatrinho em frente à Praça Benedito Calixto torna-se ponto de encontro da chamada vanguada paulistana. Ali se apresentam Itamar Assumpção, Tetê Espíndola, Premeditando o Breque (hoje Premê), Passoca, Vânia Bastos, Língua de Trapo, Papa Poluição e tantos outros nomes. Ali dou os primeiros passos solo, depois de cinco anos integrando o Papa Poluição. Tenho como banda de apoio o Sexo dos Anjos (Luiz Brasil, Cid Campos, Felipe Avila e Xico Carlos). Naturalmente, o primeiro palco é o Lira Paulistana.

O teatrinho integra um centro de produções independentes que inclui um selo musical, uma editora gráfica e nem-lembro-mais-o-quê. À frente, Wilson Souto Jr., a quem chamávamos carinhosamente de Gordo. O Lira Paulistana havia produzido seu primeiro disco, o ótimo vinil Beleléu, do Itamar Assumpção. Convenci o Wilson de que o meu LP seria o próximo.

Um ano de arranjos, ensaios, arregimentação de músicos, concepção/produção da capa e mais de 300 horas de estúdio depois, eis que é lançado Cabelos de Sansão. Uma proposta ousada para os padrões independentes (sempre achei melhor o termo alternativo) da época: 33 músicos, cada faixa com conceito distinto - em respeito à idéia da composição, master feita nos Estados Unidos, capa com a assinatura do designer gráfico Alexandre Wollner, participações especialíssimas de talentos como Itamar, Tetê, Vânia Bastos, Passoca, Oswaldinho do Acordeon, Tony Ozanah... E um presente: a versão exclusiva feita por Augusto de Campos para a belíssima Little Wing (Asa Linda), de Jimi Hendrix (eu costumava colecionar gravações dessa canção).

Mais de 25 anos depois, graças a Zeca Baleiro e Rossana Decelso, que conduzem o selo Saravá Discos, Cabelos de Sansão voltará à tona em CD histórico remasterizado. O objetivo deste blog é dar vez à trajetória do disco, que pode abrir espaço para outros vôos. Com novas asas.

Aguarde. E nos falemos.


Tiago Araripe

7 comentários:

Eduardo Cassis disse...

Isso aí! Outros vôos com novas asas! Aliás, existem diversas outras músicas que merecem uma releitura, recriações novas, nova vida! Dê asas ao artista que sempre morou dentro de vc e reviva sua linda juventude, com a plus da maturidade e de seus "poucos" cabelos "brancos" de sansão! Seja feliz e continue criando....

Dulcinea disse...

Me transportei aos tempos do Lira Paulistano e os bons shows que aconteciam na casa. Após o seu show me lembro da admiração dos paulistanos presentes, pelo talento do poeta cearense Tiago Araripe. Que "A volta de Cabelos de Sansão" lhe traga novo vigor musical.

billsoares disse...

aê tiago, muito bom!!!!
avôa alto mermão, quiném ave de arribação.

Lívia Rosas disse...

to gostando da oportunidade de conhecer seu passado musical mais de perto! o presente eu já gosto! três marias e um zé olhando para o alto, voando mais alto...

Roberto Carrera disse...

Tiago,muito legal esse relançamento.Fico contente com isso.Que mais e mais pessoas conheçam esse trabalho que não poderia ter ficado perdido no tempo.sucesso!!!!!!

Cabelos de Sansão disse...

Olhaí, os Papa Poluição se manifestando. Bom ter vocês por aqui, Bill e Beto (pra quem não sabe, baixista e guitarrista do grupo que integrei de 1975 a 1980, juntamente com José Luiz Penna, Paulo Costa e Xico Carlos. Durante um período, o grupo teve também a participação do Cid Campos no baixo).

Fico feliz de receber também as manifestações do Eduardo, da Dulcinéia e da Lívia. Bons pontos de convergência.

Em todas essas mensagens, um lugar comum: a cidade de São Paulo.

Grande abraço a todos.

Tiago Araripe

Vanessa Cordeiro disse...

Nós agradecemos! :)