sexta-feira, 23 de maio de 2008

Da Web: A MPB esquecida

Tiago Araripe e Zeca Baleiro, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Fortaleza).

Antes mesmo de ser lançado, o CD Cabelos de Sansão já é notícia na Web. O jornalista Alan de Faria, na coluna a.r.t.e. do site Trópico, publicou recentemente texto em que fala dos novos lançamentos da Saravá Discos. Entre eles, Cabelos de Sansão.

"Com a Saravá Discos, Zeca Baleiro lança trabalhos de cantores menosprezados pelas grandes gravadoras", escreve ele na abertura do artigo.

Veja, aqui, o texto na íntegra.

10 comentários:

Anônimo disse...

Grande Tiago:
Falo aqui de São Paulo. Trabalhei com você na revisão da editora Abril e foi um prazer descobrir que sua voz está na ativa com Cabelos de Sansão, álbum que fiz questão de comprar naqueles idos, junto com um disco do Philip Glass, quando ninguém ainda sabia quem era esse sujeito... Você estava se desfazendo da sua coleção, acredito que para voltar para suas origens...
Por aqui, hoje o nome Papa Poluição virou fumaça, Sansão perdeu os cabelos de tantas preocupações, mas são essas lembranças que ainda fazem a gente sobreviver, com muita música e pensando nas pessoas que fizeram a minha história, como você, Zeca, Kiko, Suzana Salles. Fique sempre bem, com abraços do amigo:
Anselmo Cheré

Dalvinha disse...

Grande foto Tiago, com o meu muso Zeca baleiro.E aí, vai vir lançar o cd aqui em São Paulo?
Beijos musicais
Dalvinha Costa

Cabelos de Sansão disse...

caro cheré,
bom tê-lo por aqui. aliás escrevi no blog dois textos sobre aquele período como revisor de textos. dê uma olhada... os cabelos se foram, mas as raízes estão no lugar.
e que bom ser considerado parte da sua história em companhias tão ilustres... encontrando o zeca, o kiko ou a suzana, transmita meu abraço. tudo de bom.

Cabelos de Sansão disse...

quero muito lançar o cd em são paulo, dalvinha. vamos torcer por isso...

Pachelly Jamacaru disse...

Tiago, vãos se os cabelos, fica a força dos "Cabelos de Sanção"! LP que é marco na discografia brasileira! Em contra ponto com Redemoinho "E eu que me imaginava forte" você está literalmente robusto! A MPB pode até esquecer, mas, nós não, quem o escutou, jamais esquecerá!
Abração e sucesso!
Pachelly Jamacaru

Cabelos de Sansão disse...

grato pelas palavras, pachelly.são significativas, principalmente quando vêm da nação cariri.
grande abraço.

Socorro Moreira disse...

Posso te contar um segredo ?

Fomos colegas de classe , curso primário , no Instituto S.Vicente Férrer , sob as bençãos de Dona Anilda e os bombons de Pe. Frederico . Turma de Magali Figueiredo , Francíria Alencar , Joaquim Arraes , etc.
Você era um menino silencioso , tímido ... Mas tinha no olhar , uma expressão de inteligência tão especial que , nos fazia acreditar que seria, no futuro , um cientista !
Primeira vez que tomei conhecimento do seu Trabalho x Qualidade , tomei foi um susto ...!
Não te imaginava tão forte , no universo musical !

Parabéns, cientista das artes !

Cabelos de Sansão disse...

o mergulho agora foi profundo, socorro. lembro da d. anilda e do pe. frederico. e também de algo inesquecível: o momento em que, ao olhar um painel colocado em área de circulação da escola, percebi que conseguia ler todas as palavras ali escritas. senti como que transpondo uma fronteira. cientista não digo, mas naquele momento comecei toda uma relação com as palavras que continua até hoje.
minha gratidão por fazer essas lembranças emergirem.

Anônimo disse...

Olá Tiago, sou Negão dos Santos do grupo paranga, fizemos parte da história do Lira Paulistana, nunca mais tive contato com você, mas queria saber mais de quantas andam as suas cantorias. e-mail-me.
forte abraço.
negao@paranga.com.br

Tiago Araripe disse...

olá negão,
assisti algumas apresentações do paranga e lembro de você.
vou escrever para o seu e-mail.
abraço,